Novembro Azul: Como quebrar as barreiras dessa conscientização?

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

A conscientização salva vidas!

Novembro Azul: Como quebrar as barreiras dessa conscientização?

Novembro Azul é o mês de conscientização à prevenção do câncer de próstata. Por ser um tema pouco discutido na sociedade, principalmente entre a comunidade masculina, a doença faz cada vez mais vítimas. 

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) a cada 41 homens, 1 morre por ter negligenciado a realização do diagnóstico por motivos de vergonha  ou/e falta de conscientização. Além disso, somente no Brasil foram diagnosticados em 2020 62,95 novos casos para cada 100 mil homens. 

O câncer não está relacionado com a idade para se desenvolver, porém é mais recorrente em homens acima de 65 anos, sendo mais incomum antes dos 40 anos. 

O câncer de próstata é o segundo que mais mata homens em todo o mundo ficando atrás somente do câncer de pulmão. Mas apesar de ser mortal, quando diagnosticado com antecedência ele pode ser seguramente tratado. 

Apesar de ser celebrado todos os anos, você sabe o porquê desse mês ter sido escolhido para essa conscientização?

História do Novembro Azul 

A escolha do mês de novembro como conscientização ao câncer de próstata está relacionada a celebração do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, que ocorre anualmente no dia 17 de novembro.

O movimento apareceu pela primeira vez na Austrália no ano de 2003, como uma forma de dar continuidade as celebrações do dia 17 de novembro. Porém, para que essa causa ganhasse mais visibilidade mundialmente, o mês de novembro foi adotado como mês oficial de conscientização ao câncer de próstata e outras doenças masculinas.

Novembro Azul na sociedade

Já passou da hora de começar a incentivar todos os homens a fazerem os exames e diagnósticos preventivos ao câncer de próstata. 

É preciso que políticas e ideias sejam implementadas com o propósito de desconstruir o pensamento de que realizar o diagnóstico e os exames "fere" a masculinidade do homem, pois isso coloca em risco a sua saúde, podendo ocasionar a morte. 

Os homens precisam sim, ter um autocuidado com a sua saúde tanto física, quanto mental. Isso não se refere a uma questão de gênero ou de fraqueza social, mas de manter-se saudável e que ter a consciência de que precisam de cuidados médicos. 

O próprio incentivo familiar é um passo extremamente importante para que o câncer possa fazer cada vez menos vítimas. 

A empresa também possui papel fundamental nessa conscientização e incentivo ao autocuidado, diagnósticos e aos tratamentos ao câncer. Porém, por ser um tema delicado ele pode acabar se tornando complicado de ser inserido no cronograma corporativo. Entretanto, alguns métodos podem tornar o processo mais fácil, deixando o tema mais familiar e inclusivo. 

Inserindo o tema nas empresas

Existem diversos meios para se inserir essa temática na estrutura empresarial. As mídias sociais são um excelente caminho para começar. Possuindo alcance para além da corporação, elas ajudam a incentivar não somente os colaboradores, mais também os clientes da empresa e as outras pessoas, ocasionando em uma ampla rede de conscientização e conhecimento do tema.

Folhetos explicativos, cartazes e banners também são boas ferramentas para criar um ambiente que acolha essa conscientização. Estando por diversos locais da empresa, eles possuem um alcance maior e uma ótima visibilidade, além de dar uma sensação de seguridade aos colaboradores.  

Outra forma de conscientizar os funcionários são palestras, rodas de conversas e apoio mútuo, incentivando os check-ups regulares, principalmente (mas não exclusivamente) aos homens com mais de 50 anos. 

O plano de saúde oferecido pela empresa também é uma forma de cuidado com os colaboradores, porque lhes permite realizar os exames preventivos, agendar consultas e fazer os tratamentos adequados à doença. 

Assim como no outubro rosa, promover um dia azul pode ser também uma ótima forma de trazer maior atenção ao tema, engajando todos os funcionários da empresa nesta causa.

A conscientização salva vidas! 

Incentivar os exames e diagnósticos precoce em caso de quaisquer sintomas são indispensáveis para a prevenção eficaz do câncer de próstata.

No ambiente laboral, essa temática deve ser tratada com muita importância e seriedade. Por ser um tema pouco discutido, ele pode acabar passando despercebido pela maioria dos funcionários e até mesmo pela empresa. Portanto, é crucial que a corporação se engaje nesta causa, promovendo políticas e atividades de conscientização, alertando os seus colaboradores e incentivando-os a se cuidarem. 

Promover debates e dar visibilidade a movimentos humanistas, resulta em um ambiente de trabalho pacífico e produtivo no qual os colaboradores se sentem motivados e inspirados a exercer as suas atividades laborais. 


Cuide de você e de quem você ama! Faça os exames e diagnósticos preventivos! 


Por: Maria Santos, Assistente de Marketing JR.