EI, VOCÊ, ESTÁ DESMOTIVADO COM SEU EMPREGO?

Entenda esse momento e saiba o que fazer.

EI, VOCÊ, ESTÁ DESMOTIVADO COM SEU EMPREGO?

Hoje vamos ter um papo diferente..

Queremos mostrar a você que todo mundo ou quase todo mundo já passou por um momento como este e como você deve agir. 

É nessa bendita hora que vem alguns pensamentos como: tá, o que eu faço agora? Falo para meu superior o que está acontecendo? Não estou aprendendo nem agregando mais nada nesta empresa. O meu chefe é muito irredutível, não vai aprovar minhas ideias. Eu não sou reconhecido e nem valorizado. E o meu salário então, está baixo demais. Chega, vou mudar de emprego.

Fala pra nós: Quem é que nunca pensou assim? Se não foi dessa forma, talvez tenha pensado o contrário do que citamos acima. E este é o ponto, pois o ser humano vive lado a lado da insatisfação. Não queremos te desmotivar ainda mais, muito pelo contrário, mas saiba: nunca haverá condição perfeita para o que você quer fazer. Sim, isso mesmo, nunquinha. Dissemos isso para que repense sobre como você tem agido.


OK, chega de filosofar, o que devo fazer?

Pois bem, a maneira mais fácil de resolver este problema é "pegar o seu banquinho e sair de mansinho". Já a maneira um pouco mais difícil porém, muitas vezes efetiva, é reservar um tempinho com seu superior e contar o que está acontecendo para que juntos possam entender os motivos que te levaram a isto. Vai lá, joga o medo e a vergonha de lado, pois é o seu trabalho que está em jogo.

Muitas vezes pensamos que o que estamos sentindo e vivenciando está óbvio para as pessoas ao nosso redor. Mas não é assim que funciona. Em casos como este, falar a alguém que tem um poder de decisão dentro da empresa sobre o motivo pelo qual você o procurou é aliviador e também é de extrema importância para aquele que tem a tarefa de retê-lo. Visto que isto afeta a produtividade e desempenho de seus colaboradores.

Além disso, pense com carinho sobre aquele que te lidera, pratique a empatia, as vezes você não sabe pelo que ele(a) está passando.


Nenhum profissional quer perder a sua equipe!

O que seria do diretor sem o seu gerente? O que seria do Gerente sem o seu coordenador? O que seria do coordenador sem o seu analista ou seu assistente? Te dizemos com todas as letras: NADA!

Então, valorize-se, mantenha o diálogo e o respeito, só assim será capaz de se ter harmonia em um ambiente de trabalho.

E lembre-se, todas as fases da vida nos ensina alguma coisa e nos faz evoluir. Experiência nunca é demais!


Saiba mais em: www.portalsinergyrh.com.br

Comentários

Seja o primeiro a comentar este post.

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para deixar um comentário. Ir para Login